Campus — 22 julho 2013

A Universidade Federal do Amazonas recebe o primeiro encontro dos acadêmicos de Letras de todo o País, com o tema “(Des)Mitificação do Estudantes de Letras: o compromisso do ser individual com o desenvolvimento educacional do país” . A 34° edição do Encontro Nacional dos Estudantes de Letras (ENEL) aconteceu desde o domingo (21/07) e vai até o dia 27 de julho no Auditório da Faculdade de Estudos Sociais.

De acordo com Mônica, congressista e estudante de Língua Inglesa da PUC, o Encontro serve para promover debates políticos, acadêmicos e culturais do curso de letras nacionalmente. Nessa edição, a organização está estimulando debates a respeito da Homofobia, Machismo e Racismo, além das discussões acadêmicas e integrações das novas acessibilidades do curso.

O evento que acontece em todo o Brasil e motiva novos alunos e militantes para se juntar ao movimento estudantil e conhecer a realidade dos discentes no país.  O encontro também promove entretenimento com eventos culturais como o Transenel, festas que buscam a quebra das barreiras e preconceitos da sociedade.

O Brasil, de acordo com o MEC, possui cerca de 244.730 estudantes de Letras divididos entre português e outras línguas estrangeiras e a partir do quantitativo exposto, percebeu-se a necessidade de fomentar a discussão acerca da responsabilidade individual para com a educação no país.

O Encontro durará uma semana e acontece nos dias 21 a 27 de Julho.

 

Por Júlia Haber

Fotos: Anilton Jr

 

 

Compartilhar

Sobre o Autor

Intermais

(0) Comentários dos Leitores

Comments are closed.