Campus ICHL Notícias — 31 janeiro 2014

Manaus - Na manhã dessa sexta-feira, 31, a Associação dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior, realizou no auditório Rio Amazonas o seminário “Lei Orgânica nas Universidades Federais” com o objetivo de debater a proposta que busca regulamentar a autonomia universitária prevista na constituição Federal.

O seminário começou com um breve discurso da reitora Márcia Perales, em seguida, foi a vez da presidente da ANDIFES e reitora da UFRN, professora Ângela Cruz apresentar uma síntese da proposta de lei, apresentando os princípios e objetivos além de apresentar gráficos comparando a questão orçamentaria nos últimos quatro anos, com e sem os efeitos da proposta.

Dando continuidade as apresentações , o presidente da ANDES, professor Paulo Rizzo optou por um discurso mais aberto, afirmando que a autonomia proposta favorece apenas um grupo privilegiado. Rizzo também ressalta que acha positivo que a ANDIFES traga esse debate mas enaltece, existe discórdia por parte da ANDES quanto a concepção do que é universidade e como ela se insere na sociedade.

Finalizando a etapa de apresentações, o representante do MEC, Antonio Simões, deu seu parecer sobre o assunto. O professor com mais de trinta e oito anos de docência e cerca de quatro anos no ministério da Educação, analisou do seu ponto de vista como a lei orgânica influenciaria e quais suas consequências para as universidades. Ao final, foi aberto para questionamentos com tempo estipulado de três minutos por fala, que rendeu de poesia a discursos mais enaltecidos. Resta saber agora qual será o desfecho desse debate.

 

 

Texto: Juan Gabriel

Compartilhar

Sobre o Autor

Intermais

(0) Comentários dos Leitores

Comments are closed.