Notícias — 21 março 2013

Paris – O telescópio espacial Planck capturou a imagem do primeiro vestígio de luz do Universo, um fóssil cosmológico transformado em “hiperfrequências” que surgiu há mais de 13 bilhões de anos, pouco depois do Big Bang, informou nesta quinta-feira a Agência Espacial Europeia (ESA).

Trata-se da imagem com mais detalhes já produzida do que os cientistas chamam “de radiação cósmica de fundo” ou “radiação cósmica micro-ondas (CMB, na sigla em inglês), cuja origem provem de quando o Universo tinha “apenas” 380 mil anos de idade – hoje, calcula-se que o mesmo tenha cerca de 13,7 bilhões de anos.

Fonte: Agência EFE

Compartilhar

Sobre o Autor

Intermais